ATENÇÃO À SAÚDE - CURSO NOVO
Voltar
Teorias, Métodos e Processos de Cuidar em Saúde e Enfermagem

Nível: Mestrado Acadêmico
Obrigatória: Sim
Área(s) de Concentração: SAÚDE E ENFERMAGEM
Carga Horária: 60 horas
Creditos: 04
 

Ementa: Estudo das teorias e processos de cuidar em enfermagem e em saúde. Análise crítica da produção do conhecimento sobre o cuidado em enfermagem e em saúde e sua contribuição para a qualidade da atenção em saúde. Análise dos determinantes históricos, filosóficos, culturais, sociais e econômicos das práticas em enfermagem e em saúde, com ênfase na construção da ciência e da prática do cuidado. Abordagem das diferentes dimensões do cuidado e espaços de sua realização.
 

Bibliografia:
AERTS, D. et al. Promoção da saúde: a convergência entre as propostas da vigilância da saúde e da escola cidadã. Cad. Saúde Pública. v.20, n.4, p.1020-1028, 2004.
ALLIGOOD, M.R.; MARRINER-TOMEY, A. Nursing theory: utilization e application. Missouri: Masby, 1997.
ANDREWS, M.M.; BOYLE, J. Transcultural concepts in nursing care. Philadelphia: Lippincott Company, 1995.
ALMEIDA, F. N.; JUCÁ, V. Saúde como ausência de doença: crítica á teoria funcionalista de Christopher Boorse. Ciência e Saúde Coletiva, v.7, n.4, p.879-889, 2002.
AYRES, J.R.C.M. Cuidado e reconstrução das práticas de saúde. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v. 8, n.14, p. 73-92, 2003/2004.
DIÓGENES, M.A.R.; PAGLIUCA, L.M.F. Teoria do Autocuidado: Análise Crítica da Utilidade na Prática da Enfermeira. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 286-293, 2003.
FAWCETT, J. Contemporay nursing knowledge: analysis and evaluation of nursing models and theories. F.A Davis Company: Filadelphia, 2ª ed. 2005. 623 p.
FITZPATRICK, J., WHALL, A.L. Conceptual models of nursing: analysis and application and lange. 1989.
FRANÇA, I.S.X.; PAGLIUCA, L.M.F. Utilidade e Significância Social da Teoria do Alcance de Metas de King. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 55, n. 1, p. 44-51, 2002.
MUNHAL, P.L.; OILER, C.J. Nursing research: a qualitative perspective. Connecticut: Appleton, 1986. 288p.
NICOLL, L.H. Perspectives on nursing theory. 3. ed. Philadelphia: Lippincott, 1997.
OLIVERIA, B.R.G.; COLLET, N.; VIERA, C.S. A humanização na assistência à saúde. Rev Latino-am Enfermagem, v.14, n.2, p. 277-84.
mar./abr. 2006.
PAGLIUCA, L.M.F.; MOURA, E.R.F. A teoria de King e sua interface com o programa “Saúde da Família”. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v.38, n.3, p.270-279, 2004.
PAGLIUCA, L.M.F; CAMPOS, A.C.S. Teoria Humanistica: análise semântica do conceito se Community. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasilia, v. 56, p. 655-660, 2003.
PESSINI, L.; BERTACHINI, L. Humanização e cuidados paliativos. 2ª ed. São Paulo : Edições Loyola, 2004.
RODRIGUES, D. P.; PAGLIUCA, L.M.F.; SILVA, R.M. Modelo de Roy na Enfermagem obstétrica: análise sob a óptica de Meleis. Revista
Gaúcha de Enfermagem, v. 25, n. 2, p. 165-175, 2004.
SILVA, M.J.P. O papel da comunicação na humanização da atenção à saúde. Bioética, v.10, n.2, p.73-88, 2002.
VAITSMAN, J.; ANDRADE, G.R.B. Satisfação e responsividade: formas de medir a qualidade e a humanização da assistência à saúde. Ciência e Saúde Coletiva, v.10, n.3, p.599-613, 2005.
WALDOW, V.R. Cuidar: Expressão humanizadora da enfermagem. Petrópolis (RJ): Vozes; 2006.
WALDOW, V.R. O cuidado na saúde: As relações entre eu, o outro e o cosmos. 2ª ed. Petrópolis (RJ): Vozes, 2005.


Nota: Outros textos e obras originais serão colocados à disposição dos alunos para consultas complementares.

Copyrights © 2014 Equipe Internet - Todos direitos reservados | PUC Goiás - Brasil
Av. Universitária 1.440, Setor Universitário, Goiânia-GO, CEP: 74605-010, Fone/Fax: (62) 3946-1000/3946-1005